Pesquisar este blog

domingo, 7 de julho de 2013

Como estampar Camiseta com Transfer Emborrachado (plastisol)


Tudo tem um começo, e com o transfer não foi diferente. Reza a lenda que o primeiro transfer apareceu nos EUA a 50 anos para solucionar problemas da estamparia convencional, e que a primeira imagem produzida seria o Number One da Harley Davidson. Este processo, muito insipiente no inicio, evoluiu e ganhou grande impulso na decada de 90. Basicamente aplica-se resina plastisol sobre um substrato de papel (com desmoldante) pelo processo serigrafico. O plastisol nunca seca ao ar, e para sua pré-cura leva-se a uma estufa. O resultado final é uma estampa com toque emborrachado, com variações como relevo em Puff. São muitas as vantagens deste processo em relação a serigrafia direta sobre o tecido, entre eles o fato de as estampas poderem ser estocadas, distribuidas e aplicadas sob demanda. 

  • Mesa Vácuo para serigrafia
  • Telas, rodos e acessórios serigraficos
  • Papel com desmoldante
  • Plastisol 
  • Estufa
  • Camiseta algodão (cores escuras ou claras)
  • Prensa Térmica

Aplicar a resina de plastisol sobre um papel com desmoldante, pelo processo serigrafico, cor por cor. A cada cor aplicada é necessário a secagem em estufa. Para transferir, prensar com prensa termica, em média: 180 C, 20 seg com pressão média. Remover o substrato a frio. 




2 comentários:

  1. Amigo vc sabe onde encontro este Papel com desmoldante ou se existe produto que possa ser aplicado ao papel para ter este efeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é um processo industrial complexo, mas procure fabricantes de tintas serigraficas plastisol, pois eles terão como fornecer todo o suporte tecnico

      Excluir